Macacão vivem às voltas com a moda e estão no circuito fashion do verão 2011 mais uma vez!!!

Os macacões eram roupas obrigatórias nas fábricas de munição durante a Segunda Guerra Mundial. Depois foram ganhando suas versões fashion e passaram a fazer parte do guarda-roupa feminino desde o início do século XX, sendo muito popularizado na década de 60.

Já macaquinho, usado entre os anos 20 e 30, era uma peça íntima que combinava camisola e calções. Geralmente era confeccionado com abotoamento entre as pernas. A parte superior geralmente possuía alças finas.

Com o passar dos anos as duas peças foram ganhando diferentes versões em diferentes matérias-primas. Mas a sua principal característica não foi perdida – dar liberdade aos movimentos.
Propastas Iódice primavera-verão 2010/2011.

Balneário imaginário

Valdemar Iódice conhece bem o gosto da sua cliente e não a decepciona nunca. Peças bem femininas e facilmente usáveis deram o tom do desfile apresentado na manhã desta quinta-feira, no Shopping Iguatemi. A inspiração era um balneário imaginário – portanto, muitos vestidos, saias, calças e camisas nos tons azul e branco, com apliques de presilhas douradas.

É um desfile a céu aberto no calor de Nova York.  A temperatura chega a 40 grausC, pede roupas leves e um acessório imprescindível para o verão: o chapéu.   Ele não é usado apenas para ir à praia.  Em Manhatam onde os moradores andam muito a pé, ele é usado para proteger o rosto e fazer estilo.
A tendência para este ano, para os homens, são chapéus de abas bem curtas, enquanto as mulheres podem ousar.
Na cidade, as nova iorquinas usam muito um chapéu de palha que a gente encontra em qualquer praia do Brasil.
http://g1.globo.com/jornal-hoje/noticia/2010/08